Aos amigos.

Aos amigos.

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

O meu livro.

31 de julho de 2015

Renasço como Fênix.

Cubro-me em véus,sentindo o manto do entardecer colorindo o céu,viajo nessa pintura  refazendo dentro de minh'alma um rascunho da vida.

Sou levada por fantasias ao porto de lembranças e discretamente recubro meu corpo,para sentir-me leve e poder dar grandes voos...

Não sou pássaro,mas atinjo alturas e fico deslumbrada sentindo ao meu redor,o aquecer do pôr do sol.

Para cada abertura de asas,serão voos aos caminhos
 até o encontro do infinito chegando ao abrigo de tua alma,e assim... 
Seremos unidos,por eternos dias vividos.

Lutarei com forças e conseguirei,pois essa viagem
me faz renascer como 
Fênix,saindo das cinzas para retornar a viver. 


Carmen Lúcia-Imagem-Google.

30 de julho de 2015

Só por alguns momentos.


Só por alguns momentos... preciso acariciar teu rosto e senti-lo ao tato de minhas mãos,preciso sentir o calor dos teus beijos e o aroma dos desejos.

Nossas peles se encontram em arrepios e sentimos frio,mas o nosso amor aquece essa união e nos transporta aos sonhos de uma grande paixão.

Duas almas unem-se a cada troca de olhares,dois corpos entregam-se nesse mar de amar.

Só por alguns momentos...atravessamos sonhos e os transformamos em realidade.

Na verdade sempre foram reais e assim...só por alguns momentos... nos completamos por inteiro,sendo perfeitos,mas... só por alguns momentos...


Carmen Lúcia-Imagem-centerlog.net.

29 de julho de 2015

Bálsamo da natureza.

Um bálsamo de ondas espumantes acariciam meu olhar,e cada vez mais fico absorta entre o
voo da gaivota chegando à
beira-mar.

Coloco-me em altivez para receber esses fluídos ao meu corpo,e abro meus braços com acenos recebendo essa magia com fluidez.

O pôr do sol vai,e dá passagem ao arco-íris para pincelar esse azular do céu,e como véus colorem e cobrem as águas,vestindo esse manto da natureza enviada através da brisa das marés.

Carmen Lúcia-Imagem-Sonette-centerblog.



28 de julho de 2015

Flores acolhedoras.

Uma aragem fresca vinda de longe chega a mim,e deixa meu corpo ser levado por esse frescor que evapora das pequenas flores e faz do meu caminhar,um pisar sobre mantos acolhedores.

São sorridentes ao calor que recebem do sol,envolvem-se em cores matizadas ao polem a elas depositados pelas borboletas visitantes como se estivessem em um reinado prazeroso dentro desse jardim tão harmonioso.  

Sinto esse prazer a cada perfume que sorvo das pétalas,chegando vagarosamente... ao meu aspirar.

Ah...como é bom caminhar junto a um florescer.

Ficamos leves como o esvoaçar das asas dos pássaros ao caminho dos seus ninhos,aconchegando-se até um amanhecer.

Carmen Lúcia-Imagem Google.

27 de julho de 2015

Indeléveis marcas.

Aqui fico pensando nos caminhos percorridos e vividos junto a ti,e a luz do luar.

Foram tantos com palavras de amar,sorrisos francos e mãos desejadas à procura dos nossos corpos e nossos lábios para selar esses momentos
inesquecíveis.

Cada vez mais,pensamentos passeiam dentro do meu olhar e percebem essa fragilidade da lua que triste observa como se adivinhasse,o quanto sou frágil e o quanto sou tua.

Indeléveis marcas ficaram em nossos arrepiantes tocar de peles.

Como apagá-las se ficaram aderentes...

Julgávamos estar sós,mas o sorriso do luar acompanhava-nos em cada canto de amar.

As palavras emudeciam diante desse amor,mas ágeis ficávamos na entrega da nossa paixão e submersos como náufragos viajávamos embevecidos com nossas mãos entrelaçadas recebendo a união desse amor,em doce sedução.

Carmen Lúcia-Imagem Google.

25 de julho de 2015

Aos amigos.



Amigos,gostaria muito que vocês assistam esse vídeo pois é tocante e nos serve para uma grande lição de vida. 
Chorei muito quando o vi,pois uma criança se esforça ao máximo para dar um pouco de alegria a uma criança especial.
E assim é a vida,acho que temos que nos doar por completo ao nosso próximo,mesmo que lá na frente ele não consiga ficar entre nós e parte para uma nova morada,mas a delicadeza e a dedicação com absoluta certeza valerá muitos pontos que serão acrescidos junto ao Mestre Divino quando precisarmos para uma evolução espiritual.
Não deixem de ver,para serem agraciados por essa doação de amor.
Bjs e obrigada
Vídeo recebido por um amigo do Facebook.
Carmen Lúcia.

24 de julho de 2015

Noite glamorosa.



Envolta em nobre traje,esguia e meio frágil,ela
aparece como princesa para o baile em noite glamorosa.

Acena para os convidados e seu olhar percorre o salão à procura do parceiro.

Meio tímida deseja esconder-se,mas seu jeito reverente logo aparece,pois iluminada pelo carisma sua luz reflete e assim como uma pintura suas réstias transpassam seu corpo,e em um breve sopro,surge diante daquele esperado amado que estenderá uma reverência e a convidará para esse dançar.

Serão vários giros e sussurros de amar.

Serão trocadas juras de amor em cada passo,serão transportados para um universo que será aberto somente a eles,e assim com essa paixão e os sorrisos,não perderão o compasso e além do infinito entregarão seus corpos ao espaço,deixando a música acompanhá-los junto aos beijos trocados e amorosos abraços.

Um discreto encontro de dois seres apaixonados...
Em uma noite glamorosa.

"Queridos amigos a votação no Ostra da Poesia já começou e irá até dia 2 de Agosto,gostaria muito que fossem até lá leiam novamente todas as 8 semi-finalistas que entre elas está inclusa a minha e votem em qual o coração for tocado.
Apenas lembrem-se que as poesias não estão com os mesmos números anteriores e nem por ordem de apresentação dos autores.
Já disse que se a minha não ficar para uma final,já estou feliz por chegar até uma semi final"
Obrigada.

Carmen Lúcia.Imagem-Google.


23 de julho de 2015

Aos amigos.


Queridos amigos seguidores e os que não são,agradeço a todos que votaram na minha poesia,sei que muitos conhecem o meu modo de escrever e votaram sabendo qual seria e os que não são meus seguidores,agradeço pelos votos que depositaram para que ela chegasse a uma semi final e bem votada.

Agora só resta esperar amanhã dia 24 de Julho que será novamente  publicada junto com as 7 lindas poesias que lá estarão.

Espero novamente por todos,para que ela seja agraciada com novos votos.

Se não conseguir chegar a uma final já valeu chegar até aqui.
Obrigada a todos de coração.

Carmen Lúcia.

22 de julho de 2015

Apensa um acariciar.

Essa suavidade de tuas mãos leva-me ao encontro do teu corpo,e sinto essa perfeita junção como um laço atado para ser desatado na entrega da nossa união.

Sinto o frescor dos desejos através dos teus beijos,sinto o calor dos meus quando percorro um olhar ao acariciar-te pronunciando a palavra amar.

Amar com a sensibilidade apenas de um acariciar,amar com o percorrer de um olhar,em fim amar em todos os sentidos permitidos.

Tua voz embarga e a minha sussurra,famintos de amor suavizamos esse sentimento ao doarmos nossos corpos a essa entrega infinita.

Carmen Lúcia-Imagem-Centerblog.




21 de julho de 2015

Um recolhimento de minh'alma.

Tantas vezes precisei desse recolhimento absoluto ficando apenas vagando com minh'alma ao léu,percorrendo caminhos e desejando
 abrigar-me em águas mansas,chegando ao teu encontro mesmo que fosse entre as estrelas e o céu.


Uma viagem de incertezas,mas tendo perspectivas de certezas aos labirintos que passaria,sabendo sair pelas frestas até encontrar-te,e dizer que a viagem foi longa,os caminhos tortuosos,mas valeu ver-te nesse abrigo,e assim poder abraçar e sorrir para ti quando teu olhar percorrer dentro dos meus e juntos abrirmos nossas mãos,colocando-as sobrepostas aos juramentos secretos.

Mas...são somente pensamentos voando e desejando chegar ao rumo certo.

Uma viagem ao encontro de ti,através do recolhimento feito com minh'alma chegando ao céu... mesmo vagando ao léu.



Carmen Lúcia-Imagem-Google



20 de julho de 2015

Versos perdidos.


Minhas mãos dedilham as cordas de um pequeno violino,e aos poucos suavemente toca a canção feita a ti,são notas extraídas de uma profunda nostalgia transformando-se como bailarinas em desejos de alegrar essa apresentação ao teu olhar.


E de repente...

Uma nota surge e pede para fazer parte dos versos de amar,mas...reprime-se e chora ao sentir a ausência da tua presença.

 Percebo o choro e enxugo as lágrimas para não umedecer as cordas que aos poucos já não desejam mais esse tocar.

E assim...a tão encantadora música que a ti oferecia evapora-se entre meus dedos como areia
 perdendo-se ao tato de minhas mãos,caindo sobre correntezas.

 Incertezas e desilusões são levadas junto aos versos feitos para esse amor e acabam 
tornando-se uma triste canção.

Fico à espera do teu retorno,para novamente sem
tristeza,a música voltar nesse meu dedilhar ao lado dos versos perdidos pelo impulso de uma paixão sentida por ti,em momentos de amar.

Carmen Lúcia-Imagem-Google.



17 de julho de 2015

Tristeza.

Uma tristeza invadindo um coração,lágrimas tentando não cair,mas insistem umedecer o rosto.

O choro abate esse corpo inerte e seminu pedindo socorro pela ausência da alegria que de repente esvaiu-se como pássaros procurando seus ninhos para o aconchego.

Um suspirar aflito,um grito na garganta procurando 
não ficar despido e cobrir essa dor de uma fragilidade sentida.

Cada vez mais fica esse sentimento abatido, corroído,dolorido,refletindo dentro d'alma e implorando para que o desejo não seja sorvido pelo tempo...pois...
 Necessita de calma.

Carmen Lúcia-Imagem-centerblog.

16 de julho de 2015

Amar em teu olhar.


Procuro esconder o rosto e mostrar meu olhar ao encontro dos teus,e sutilmente o descubro entregando o desejo de transmitir a ti,o mesmo sentimento recebido e não oculto.

Cada vez mais encontro um mistério em magia atraindo nossos lábios aos beijos apaixonados por trocas de juras e mudez,apenas sentindo esse tocar na fixação dos nossos olhares balbuciando através deles...a palavra amar.

 
Amar através de um olhar,amar tentando aprofundar-me dentro da tua alma,amar acariciando teu corpo e deslizando minhas mãos ao encontro das tuas,amar sendo iluminados pela aura resplandecendo sobre nós esse amor com desejos de uma paixão,e assim...suavemente vai acalmando nossos olhares como águas vindas de um infinito mar de amar em suave desaguar no meu e teu olhar.

Carmen Lúcia-Imagem-Google.

15 de julho de 2015

Suavidade da rosa.

Te seguro para que fiques intacta e não percas a tua maciez,tu viestes de longe e chegastes até mim através da colheita.

O teu perfume inebria o ar que respiro e  faz entregar-me por inteira ao toque da tua suavidade.

E assim satisfeita,sinto em minhas mãos que tu estas feliz por ser acolhida para aromatizar o abrigo que te acolhes como rainha

Nos jardins imperas e mostras a tua beleza,sorri para a natureza,para as borboletas e para 
os bem-te-vis,o pólen tu entregas a eles quando passeiam os recolhendo para assim depositarem o germinar como versos em prosas,pois tu és... a doce rosa em momentos de amar,entregue como preferida,nas alamedas floridas.

Carmen Lúcia-imagem-Google.


14 de julho de 2015

Desilusão.

Uma desilusão transformada em lágrimas perdidas,como gotas caídas rolam pelo manto da tristeza,sucumbem afogando-se em um oceano.

Sorvida por essa mutilação dos versos,a poesia entristece um coração,pois quando feitos com a entrega d'alma em cada estrofe e em cada rima,ela sorri para as mãos que as escrevem e não desejam serem passadas como retalhos costurados,para serem mostradas
e aplaudidas.


 
Poemas ou poesias,feitos com dedicação são perfeitas esculturas,mas para isso tem que haver o siso de um propósito,caso contrário os aplausos morrerão pelas lágrimas extraídas dos versos feitos por outras mãos.


Carmen Lúcia-Imagem Google.

13 de julho de 2015

Mensagem ao amigos-É só acreditar.

Mãos de seda demonstram a leveza nesse ar de menina,por trás desse olhar ignora a rispidez de mal trato um dia recebido.

Nada a influenciou tudo ficou em suavidade,tudo transpôs em magia como se tivesse pincelado suas vestes com azular do céu celeste.

Revoadas de borboletas dançam ao seu redor e seus voos libertam essa alma,para ser um dia Cinderela
em nobre salão à espera da valsa sendo levada ao auge de uma aventura,chegando até o principado para dançar com o príncipe encantado.

Mas...será que haverá o relógio marcando a hora da despedida ou será que haverá a fada madrinha,batendo a varinha para que retorne como Gata Borralheira,nessa triste história?

Quem sabe... o vestido azul celeste,jamais será transformado em farrapos retalhados aos pedaços em voos como pássaros pelo ar e assim... a menina vestida de rainha poderá concretizar esse doce sonhar.

Esse é o final da história de um conto de fadas,mas vale para todos nós refletirmos:

"Sempre valerá a pena sonhar,mesmo que haja tropeços na vida,haverá esperança de ser feliz e um dia esse sonho torna-se uma realidade,seja em qualquer situação,nunca desistir,a persistência é o maior atributo dado a nós,portanto saibamos que as derrotas nos fortalecem e nos deixam transpor o que nos pareça ser impossível".
É só acreditar.

Amigos,escrevi essas ínfimas palavras,pois eu acredito no que faço e hoje estou triste,pois vi uma poesia que está concorrendo no Ostra da Poesia com mais 15 participantes,não sei de quem seja,mas há um plágio em um verso de uma musica muito famosa de Jessé-Voa Liberdade.
Como sou transparente,estou informando,mas não direi qual é o nº do participante,mas está lá para que todos apreciem e deem a sua nota.
Grata a todos.

Carmen Lúcia



11 de julho de 2015

Mensagem aos amigos.


Queridos amigos estou participando do 10º Pena de Ouro de 2015 com uma poesia junto a mais 15 participantes no blog -

http://ostra-da-poesia.blogspot.com.br
da amiga Lindalva.


Aproveito para pedir aos que assim o desejarem entrem nesse blog,apreciem as poesias e votem em qual o coração tocar.
Não podemos divulgar a nossa,mas lá estão em papiros para que possam ler e julgar.
O selo ao lado direito do meu blog já os levarão até as poesias.

Participo não para ganhar,mas sim para poder mostrar em poucas linhas o poetar do meu:
 "Prazer de Escrever."

Amigos que vão ao blog votar,não esqueçam de colocar o link do seu blog e votar no local certo,caso contrário o voto não será válido.
Grata a todos.
Carmen Lúcia.

10 de julho de 2015

Preciso de ti.

Preciso de ti,
Como águas rolando pelos rios ao encontro do desaguar,como arbustos
margeando o lago à procura de um aguar em suas folhas,como árvores procurando ar para respirar.

Preciso de ti,
Resguardando minhas mãos para o encontro de sentir junto as tuas as carícias em meu rosto,como seda feita em fios rebordando as teias.

Preciso de ti,
Para sentir teus afagos deslizando em meu corpo,e dos teus beijos procurando os meus.

Preciso de ti,
Com desejos impetuosos,e paixão desejada.

Preciso de ti,
Assim como...campos necessitam de terra fértil e adubadas para viverem,eu preciso ser...
 Tua eterna amada para poder... sobreviver.

Preciso de ti.

Carmen Lúcia-imagem-Google.

8 de julho de 2015

Término do Espetáculo.

Um corpo levado pela melodia,um giro em sua volta à torna esguia dançarina aos olhares daqueles observadores deixando-os emudecidos aos laços feitos pelos abraços de um manto perfeito aos seus braços.

Uma poesia na forma de silhueta encanta com encantos dos seus atributos,em união ao enlaço da suave canção.

Cada passo contornou o espaço,cada voo atingiu ao ápice da magistral apresentação.

Aplausos expandem-se pelo palco lotado vendo a dançarina
transformar sobre réstias iluminadas seu corpo em desejos,e todos a observam...silenciosamente...
e calam-se. 

É o término do espetáculo.

Carmen Lúcia-Imagem-Google.


7 de julho de 2015

Deixo para ti.

Deixo para ti o perfume das flores que colhi,são entregues como ofertas prazerosas dos momentos inesquecíveis passados junto a mim.

Os aromas juntam-se aos coloridos e transbordam suavidade quando plantados por mãos em jardins floridos e adubados com amor para uma eternidade.

E assim o fiz.

As flores ficaram em resguardo na terra florescendo e exalando pelo ar esse sutil  impregnar de fragrâncias em aderências,até o momento de colhê-las.

Colhi e envio a ti esse amor perfumado,que transcende de minh'alma,expande-se ao teu corpo através do vento em um ínfimo sopro.

Carmen Lúcia-Imagem-Google.

6 de julho de 2015

Serenos e mudos.

Desejo selar teus lábios e umedecê-los com meus beijos como folhas de outono pedintes de águas,para sobreviverem ao cair da tarde.

Desejo tocar teu rosto com minhas mãos como um escultor esculpindo sua arte doando-te meu corpo e alma a esse momento que me acalma.

Uma paixão aflora e ficamos soltos nesse abrigo,tendo todos os sentimentos através dessa emoção.

Nossos corações aceleram,e nos levam em ritmo descompassado aos momentos de outrora,em que tu e eu entre as folhagens dos prados,declamávamos amor perpetuo,como o que sentimos agora.

E assim...inteiros e completos,abdicamos de tudo,apenas recebendo o cair das folhas de outono sobre nossos corpos desnudos, 
deixando-nos serenos e mudos.


Carmen Lúcia.imagem-centerblog.

3 de julho de 2015

Alegria ou tristeza.

Uma lágrima rolando insistindo em não cair,um rosto pintado quase imperceptível mostra a figura melancólica que há por trás dessa máscara.
Tantas vezes serviu para esconder tristezas,tantas vezes,foi transfigurado em caricatura de um palhaço.

É preciso demonstrar essa alegria,apesar de sua alma triste persistir nessa transparência,a presença alegre estará na sua sobrevivência.

Tantos aplausos recebidos e contagiantes atravessavam os espetáculos.

Cada apresentação era um sustentáculo para subir sua ascensão,mas nada adiantaria se por dentro dessa fragilidade,necessitava passar a alegria ou... tristeza de um palhaço.


"Frágeis todos nós somos e desejamos muitas vezes essa transformação,mas se coibirmos essa tristeza fazer parte de nossas vidas estaremos nos libertando e alcançando grandes ascensões,pois a alegria nossa passada a outrem virá como retorno a nós,sem precisarmos de um rosto escondido através de máscaras."


Carmen Lúcia-imagem-Google.

2 de julho de 2015

Um arauto da fonte.




Cada vez penso mais,que tu és como fonte soberana e inesgotável dos meus desejos,e assim percebo a coesão desses encontros deixando-nos nesse lago de amar como flutuantes sobre águas  entrelaçados em laços dessa união.

Com mãos seguras,enlaças o meu corpo repleto de paixão junto ao teu,para que fique seguro e possamos selar sem insegurança o pacto da nossa aliança.

Confiança plena paira sobre nós,e sós recebemos um arauto da fonte,confiando-nos essa  mensagem,para trocarmos beijos e desejos em  privacidade,e assim...nos entregarmos a esse amor com cumplicidades e verdades.

Carmen Lúcia-Imagem-Google.

1 de julho de 2015

Viajar ao tempo.

Viajo pelo tempo e sobre folhas dançando ao vento,sigo sem destino para chegar ao teu encontro,mesmo que seja no final do poente,onde verei luz iluminando um novo anoitecer e a chuva sobre águas mostrando um arco-íris pincelando o
céu,na expectativa de um novo amanhecer.


 De repente,tu virás e trarás como oferta a lua para sorrir nua sobre o nosso olhar,no tempo de amar.

E assim,ouviremos burburinhos das águas agradecendo nossas mãos ao umedecê-las e resfriá-las para que sejam tocadas em nossos corpos com amor,encontrando a maciez das nossas peles,para a magia da entrega.

Um viajar ao tempo,sem contarmos horas e momentos de espera

Carmen Lúcia-Imagem-Google.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.