Aos amigos.

Aos amigos.

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

15 de abril de 2016

O Silêncio de Minh'Alma.

Ventos soprados impetuosos anunciam entre assobios,manifestos em arrepios dentro do meu ser.
Gorjeios inflados submetem-se a esse cantarolar na escuridão,mostrando um terror arredio,mas com desejos próximos ao meu viver.
Árvores desejando prender o arrefeçar de seus galhos para que não voem e caíam em labirintos.
Perdidos se contraem desejando esconderem-se,mas atraem o poder de maléfica presença da destruição e são arrancados nesse escurecer absoluto e temeroso!
Cada passo me espanta ao compasso dessa tempestade.
Cada ruído range aos meus ouvidos e faz meu corpo estremecer,porém situo-me dentro de mim e 
recolho-me a esse medo sem temer a obscuridade.
E de repente...
O silêncio se faz e a tempestade
 afasta-se em plena serenidade.
O clarear de um novo amanhecer desperta a mim veracidades quase perdidas nessa fúria impetuosa de Minh'alma,que agora silencia e se acalma.

Carmen Lúcia-Imagem Google.

13 de abril de 2016

O Repouso.

Quase inerte,e com dormência repousante,esse corpo recebe em sua mente, 
o sonho ao reencontro de uma espera.
Suavemente prolonga-se ao passeio por entre meios aos florais perfumados,anseia chegar à concretização dessa tão desejada quimera,entregando-se docilmente aos abraços do amado.
Ah!Mas é somente um sonho...Não uma realidade...
E o repouso faz sua alma caminhar para chegar ao encontro da procura de anseios e verdades.
E assim adormecida,sera feita a união de duas almas no reencontro,sendo entregues a um profundo sono,sem precisar o momento de voltar,ficando nesse repouso de amar e sonhar.

"Obrigada ao blog-Divagar sobre tudo um pouco,da amiga Maria Rodrigues,por esse prêmio oferecido ao meu blog".









Carmen Lúcia-Imagem-Centerblog.




11 de abril de 2016

Parabéns ao meu Amor.

Entre afagos e desejos juramos nos amar.
Teus beijos procuram meus lábios para selar esse querer,e tuas mãos entrelaçam meu corpo para 
levar-me ao ápice de sonhar e vivenciar esse amor.
Um amor duradouro e que evapora fragrâncias quando sentimos o sopro das nossas confidências.
Confidências que somente a nós pertencem.
Juntos caminhamos sem esgotar esse sentimento.
Sem esquecer nossas promessas,sabemos 
aplicá-las em toda a nossa vivência.
Tu sabes que te amo e compactuo contigo esse brinde à vida que hoje lhe pertence.
Parabéns meu eterno amor,amante,irmão e marido.

"Queridos amigos,agradeço por todos os cumprimentos pelo meu aniversário dia 8 de abril deixados aqui no blog e lá no face,e como disse amo todos vocês,mas hoje em especial o meu amor e o meu beijo vão para àquele que uniu sua alma a minha,pois é o dia dele comemorar também o aniversário.
Meu eterno namorado e marido que está todos os dias ao meu lado,parabéns por esse dia tão especial".

"Somos duas almas unidas que um dia se encontraram e juraram se amar até o dia da grande viagem".




Carmen Lúcia-Imagem- Google e arquivo pessoal.

8 de abril de 2016

Hoje dia 8 de Abril,comemoro a Vida.

Hoje dia 8 de abril,comemoro a vida.
 É meu aniversário e mais uma vez estou aqui para agradecer a Deus por tudo que Ele me presenteou e recebe-los em meu jardim florido.
Sou uma mulher feliz,pois tenho ao meu lado uma família maravilhosa da qual me orgulho muito.
Vivo sempre com alegria e na medida do possível tento transmiti-la a todos,principalmente em palavras de amor.
O amor sobrevive a tudo,seja no âmbito familiar quanto no amoroso e também presente nos amigos em que tento passar um pouco desse sentimento,através de palavras em pérolas poéticas. 
Amigos sem exceção,amo vocês,mesmo os que estão bem distantes os que já não me visitam mais ou àqueles que fizeram a grande viagem.
Os que ficam além-mar,são meus irmãos de coração,atravessam o Oceano e aportam em meu espaço,deixando carinhos em forma de comentários.
Os do nosso Brasil são àqueles que sobrevoam algumas horas de voo,mas as transformam em segundos,descendo no meu Prazer de Escrever.
E os que estão mais perto,chegam até aqui encontrando as portas abertas para quem sabe ler,o que posto com amor.
Obrigada amigos anônimos,não recebo seus carinhos,mas sei que muitos deixam suas pegadas pelos caminhos.
Bem,agora é o momento de orar e novamente agradecer ao Mestre por mais um ano de vida,e por deixar esse presente tão lindo que é :
Amar e Viver!

"Amar ao Mestre,ao próximo e a mim mesmo".

Deixo essas flores do meu jardim,para que possam aromatizar o espaço de todos que me visitam e um bolo a ser fatiado e saboreado,pois dentro está recheado de carinho e muitos beijos adoçados com amor.





Com carinho
Carmen Lúcia-Imagens Mamietitine e Google

6 de abril de 2016

Viagem ao Reencontro.

Resta-me apenas recompor meus sentimentos e expô-los como retrospectiva dos dias salutares em que caminhávamos juntos,não pensávamos em desunião dos elos que uniam noss'almas.
E agora ficam na quietude de sensível mudez,pairando sobre
meu corpo uma sensibilidade como o cair das folhas,em tardes de outono.
Aquieto-me,para sentir esse sopro vindo da terra em um levitar da aragem acolhendo réstias solares,e assim espero aquecer esse vazio apropriando-se de mim,e levando-me a uma viagem ao inicio do tempo.
Viagem ao reencontro para restabelecer essa união.
Cada passo será preciso em um novo caminhar,a fim de fortalecer essa junção de almas em esquecida paixão.

Carmen Lúcia-Imagem-cabschau.


4 de abril de 2016

Serenidade.

Com serenidade entrego-me ao vento,e tento bailar junto a sua aragem,deixando a imagem do universo espalhar suas ondas em risos esfuziantes.
Sopros atingem o mar,e despertam a nitidez de uma alegria ao ver que sou bailarina dançante,reverenciando-me ao ritual esvoaçante.
Bálsamos d'águas batizam meu corpo,levando-o a flutuar ao ritmo da canção vinda de alto mar.
A sensação de ser única unifica o conjunto dessa moldura,e transforma em prazer esse livre querer.
Um querer absoluto e sensato em abrir os braços,
 atingindo voos até chegar ao limite do espaço,entre o céu e o linear do horizonte.
E assim...
Faço a despedida dessa magia diante do astro rei,que se despe aprofundando-se em seu leito,adormecendo em profundo silêncio no final do poente.
Ouve-se apenas nesse silenciar,o balbuciar das águas do mar.

Carmen Lúcia-Imagem Cabschau-centerblog.

1 de abril de 2016

Poesia e Verso de um eterno Amor.



 


Entre dedos castigados pelo trabalho árduo,porém edificante,suas mãos carregam com simplicidade,verdades de um viver.
Uma face entristecida e envelhecida é moldurada pelos cabelos brancos,que um dia foram nuvens de algodão macias,e sorriam esvoaçantes diante do céu,logo ao amanhecer.

E hoje esses mesmos fios recobrem a moldura como véus,em um longo anoitecer.

Triste,ela relembra de um passado em que ficou na saudade,e vive a realidade de já não possuir vaidade,mas apesar do seu corpo demonstrar,ainda possui um sopro de vida,para restaurar a segurança de mãos trêmulas no tocar da fragilidade ressecada daquela que um dia foi... 
Poesia e verso,entregue por um eterno amor.

Uma singela flor...

Carmen Lúcia-Imagem-Fandeloup-centerblog.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.