Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

Aos amigos.

Aos amigos.

O meu livro.

29 de maio de 2015

Fios de seda!

Um silêncio se faz...e entro nos devaneios,aprisiono teu amor em teia para tecer fios em busca de guardar a seda,e assim... rebordar tua alma.

E isso me acalma! 

Minha face,demonstra um triste olhar na flor  ressecada que não vive mais para exalar o aroma das fragrâncias,e tristemente desfalece em minhas mãos,suplicando um aguar.

Desejos de beijos pedintes,pedem teus lábios para sorverem o sabor do amor que deixastes como lembranças no meu corpo aos dias vividos através do abrigo das noites enluaradas,em nossos doces encontros de eternos enamorados.

Ah...encontros...deixavam nossas palavras saltearem como dançarinas entre os rascunhos dos versos feitos com doçura,para serem relidos em momentos  de amar.

Um silêncio...se faz...à espera do tecer dos fios de seda,para unir nossas almas...rebordando-as  em noites de luar.

 Carmen Lúcia-Imagem-Google.

28 de maio de 2015

Ápice da espera.

Rastros de ti procuro pelo horizonte,e vejo somente um dourado pincelado pelo astro rei,preciso encontrar-te nesse final do espaço e dizer-te o quanto te amo e necessito dos teus abraços.

Tu dissestes que chegarias antes do dia amanhecer,e aqui estou em vestes refinadas para acolher-te e aquecer-te no aconchego do meu querer.

Energias aprofundam-se como um sopro à vida e assim aquecida,espero-te com minh'alma enlouquecida.


Não desejo ver-te ao anoitecer,sejas breve nesse retorno como os pássaros em voos rasantes em pousos de asas nos abrigos dos seus ninhos. 

A ti ofereci minhas mãos para beijar,e meu rosto acariciar,mas o destino abreviou essa viajem e fostes sem despedidas,e agora aqui estou envolta de quimeras esperando tua volta...sem revolta,mas pedindo-te que retornes,mesmo que chegues na estação primavera.

Ficarei ao ápice da espera.

Carmen Lúcia-imagem-Centerblog.


27 de maio de 2015

Vitrais.

Vitrais escurecidos,retem marcas dos pingos d'água caídos como gotas de orvalho.
Cerro meu olhar procurando achar réstias iluminando minhas mãos sobrepostas nessa busca,e assim sentirei a sensação do clarear dessa emoção,lembrando os instantes de encanto e magia por enlouquecidos beijos
   umedecidos,e pelas águas dos desejos oferecidas em um entardecer quando o céu derramava suas lágrimas como véus...sem à espera do anoitecer.

 Nossas peles e corpos molhados eram aquecidos por esse embevecido amor,e sentíamos o prazer desses aguar sobre nós ao encontro de amar.

Pingos caídos como diamantes sobre a relva verdejante compartilhavam a entrega de duas almas e dois amantes.

Ah...Hoje refaço esses momentos observando a chuva através dos vitrais...

Carmen Lúcia-imagem-Google.



26 de maio de 2015

Viajem de amar.

Tuas palavras chegam como o sussurrar de um vento, sopradas sutilmente para que não voejem junto ao tempo,tu me envolves com esse calor e somos levados a uma viagem de amar.

 Em meus braços viajaremos pelo espaço,deixando nossos corpos flutuarem como pássaros em voos exuberantes.

Os voos serão para libertarmos o que ficou para trás,para retirarmos as amarras atadas dos dias tristes e das tempestades em alto mar.

O sol inicia seu sorriso ao amanhecer e nos convida para esse passeio como um sonho,fazendo-nos chegar ao topo da colina,mostrando uma pequena e suave neblina contornando nossos corpos.

Não temas...tu e eu estaremos abrigados por mantos de ternura,e seremos aquecidos do frio através do calor do amor e por sobrevoos de almas que um dia ficaram perdidas nessa imensidão de uma paixão,e hoje se restauram e se entregam entrelaçadas ao abrigo de nossas mãos.

Uma viagem de amar...

Carmen Lúcia-imagem-centerblog.net.

25 de maio de 2015

Tempestades além mar.






Espero por ti nessa travessia,sabendo que virás através das águas além mar,atravessarás tempestades,enfrentarás a fúria dos ventos,mas nossos sonhos não podem ficar adormecidos,pois juntos fizemos um pacto para acordarmos com as ondas sorrindo e sermos despertos pelo tempo na troca dos nossos abraços,e mãos entrelaçadas.

Veja... a maré traz o aroma da maresia,avisando-me que novas tempestades irão chegar,mas enlouquecida por esse encontro,não percebo o umedecer das águas 
cobrindo-me com suas espumas brancas,e desejando 
levar-me ao encontro de fragas.

De repente,calafrios percorrem meu corpo e aderem em minha pele arrepios,sinto um sopro de brisa fria sendo encaminhada pela tempestade,e assim... sou levada como um barco à deriva desencontrando de ti que ficastes além mar.

Carmen Lúcia-imagem-Google.

22 de maio de 2015

Desafios de almas.



Um magnetismo atraí nossos corpos viajando dentro de nós,e assim ficamos embriagados pelo calor do amor.

Tuas mãos tocam meu colo desnudo,e com essa sensação de querer,nossos lábios murmuram juras de amar em suspirar profundo.

Tantas vezes nos abraçamos e confiamos esse desejo de duas almas como eterno viver,e juntos somos cúmplices aceitando essa sensação entrelaçando nossas mãos,e selando essa confiança,na aliança perfeita de um amor perfeito.

Chega até nós a suave brisa soprando em assobios os desafios,mas seremos como rios quando correm suas águas pelas margens,encontrando seus afluentes e desaguando no final dessa viagem.

Assim é nosso encontro para os desafios,através da cumplicidade adquirida por almas unidas em sabedorias e verdades,ao decorrer da vida.

Carmen Lúcia-Imagem-papillond'avril.

"As palavras,são suspiros d'alma".
Pitágoras.

19 de maio de 2015

Desejos aromatizados.



Sorvo como o mel retirado do mais puro néctar,o aroma que tu ainda exalas e sinto a maciez em meus lábios pedintes.

Tu és a flor recebida como oferta,chegastes embebida com águas cristalinas,e ficastes doando teus perfumes como recordações dos dias da entrega para um amor sem fim.

Pelos jardins embelezastes as passagens e acenavas para cada beijo trocado por amantes apaixonados,mas...vejo-te perdida por não encontrar as mãos que a ti seguravam. 

Não fiques triste,tu ainda és a rainha das tardes primaveris e voltarás a sorrir quando entre laços de cetim,serás recebida
por mãos entrelaçadas aos passeios encantados dos encontros,e com às camélias,papoulas,violetas e majestosos jasmins,não haverá desencontros.

A entrega será diante dessa floração,e serás novamente segura por mãos de dois amantes,e eternos enamorados.

São desejos...aromatizados.



Carmen Lúcia-Imagem-Centerblog.Google.




18 de maio de 2015

Vestes dos meus versos.





Aqui estou vestida para ti,observando o teu sorriso que tantas vezes inspirastes versos a mim.

Foram tantos acenos,e tantas passagens clareando os caminhos percorridos,e tu acompanhastes sem se quer renegar o teu doce luar.

 Vestes cobriam meus dias de tristezas,entregando-me certezas que tua luz jamais apagaria esse caminhar.

Fonte de ternura dos amantes apaixonados,fonte de surpresas mostrando em cada detalhe rabiscado no céu azulado,que tu és o abrigo de eternos enamorados.

E aqui novamente diante de ti,procuro entregar-te meu olhar ao encontro dos teus,e vestir esse clarear dos véus que te cobrem com vestes puras,como a musa inspiradora dos meus versos.

Mas,vejo-te triste aprofundando-te no horizonte.....apenas com um pequeno e doce luar sumindo nessa despedida,
deixando-te completamente nua.

Tu sempre serás... as vestes dos meus versos nobre lua.

Carmen Lúcia-Imagem-Google

15 de maio de 2015

Sensibilidade ao toque de minhas mãos!


Cada vez mais o aroma do campo e as flores,resplandecem em meu viver como um sol dourando a vida em pinceladas coloridas,e nesse momento abrigo em minha mente a leveza de ser levada ao poente,como folhas sugadas pela terra para reviver.

 Um mundo propondo-me à sonhar com sensibilidades repletas de emoções,transporta-me através do balancear do vento ao ápice de um embevecimento.

E como Gerberas que a mim saúdam por instantes nessa magia de sonhar e sentir,desejo viver pincelada pelos raios dourados,chegando ao encontro da natureza em um novo amanhecer.

Quem sabe...viverei como Gerberas,radiantes aos sorrisos da luz solar.

Carmen Lúcia-Imagem Centerblog.

"Sensibilidade,é saber tocar e sentir nossas mãos com toda emoção, a pureza que existe
ao nosso redor,através da natureza"!

A natureza,que nos mostra o esplendor do desabrochar de uma flor,o tocar de um

pássaro ao sugar o seu néctar e a sobrevivência de uma borboleta que possui a

sensibilidade da sua metamorfose.

A esperança é que possamos através das nossas sensibilidades,tocar

corações sem feri-los.

Tocar uma flor,sem machucá-las.

Deixar os pássaros livres a sobrevoarem.

E por fim:Que as borboletas possam bailar

entre as flores,para sentirmos a sensibilidade

de suas asas!

Texto-Carmen Lúcia.

14 de maio de 2015

Assim nos aproximamos.


Assim nos aproximamos...com olhares penetrantes e beijos furtivos,mãos nos acariciando e palavras balbuciadas em sussurros delicadamente repetidas aos nossos ouvidos.

Tu me envolvias,e lentamente íamos sorvendo esse amor latente.

 Como a rosa quando abriga suas pétalas,nossos corpos abrigavam-se nessa sedução,e a ti oferecia meus lábios e beijavas com ardor incendiando essa paixão.

Momentos de ternura nessa aventura de amar,momentos de saber doar a troca do tocar de mãos ao receber o calor vindo através dos nossos desejos.

Tu aventurastes entrar,e deixastes meu coração como cúmplice dessa doação.

Duas almas unidas através de uma cumplicidade eterna,sempre compactuadas nesse balbuciar e
conjugadas pelo verbo amar.

Em todas as conjugações,assim nos aproximamos....

Carmen Lúcia-Imagem-Google.

13 de maio de 2015

Perfeito reencontro.


Em cada pisar,sinto a presença do reencontro,cada toque dos meus pés sinto o resfriar do meu corpo como um sopro frio chegando através do remanso e viajando por águas de um rio.

O céu começa arrepiar suas nuvens em cânticos,e uma escuridão deixa um pequeno azular aparecer nesse  anoitecer.

Quisera não ficar só,e procurar ao redor uma estrela que possa transportar-me ao infinito,para 
abrigar-me em teus braços carregando-me até a lua,e assim  adormecer em teus abraços.

Essa viagem será feita não como miragem,mas pela união 
de dois seres interligados por mensagens de amor,para um encontro nesse perfeito reencontro.


Carmen Lúcia-Imagem-Google.

12 de maio de 2015

Sensibilidade infinita de minh'alma.

Sigo teus passos,e sobre rastros deixados,recordo cada gesto,aspirando aromas vindos de infinitos jardins.

Inspiro-me na flor tocada por minhas mãos,e florações 
abrem-se como sorrisos,para que eu lembre de tuas carícias tão macias quanto as linhas aromatizadas aos poemas delineados a ti.

Ofereci em cada palavra,a sensibilidade de minh'alma
 doada com veracidade e sentimento dessa entrega feita em profundo êxtase,aguei nosso amor como o orvalho sobre a flor,para que não fosse absorvido pelo tempo,e assim fico à espera do teu aguar,inspirando-me aos novos versos de amar.
Sensibilidade infinita...






Carmen Lúcia-Imagem-Google.

11 de maio de 2015

O renascer do brilho d'alma.



"Faça renascer o brilho da luz existente em tua alma".

Aprofunde-se e não deixe que jamais se apague.

Carmen Lúcia-Imagem-Google.

8 de maio de 2015

Um anjo chamado Mãe!


Entre nuvens,acolhe-se como se fosse o ventre materno,ele adormece à espera da chamada para o mundo,é esperado por 9 meses,muitas vezes com muita pompa e outras em um pobre casebre.

Mesmo assim a mãe o recebe,chorando quando vê seu olhar mostrando uma dor,mas de repente sorrindo,quando ouve em seu pequeno balbuciar a palavra Mãe.

Os primeiros passos,são acompanhados pelas mãos desse anjo que o recebe e o encaminha para a vida,tendo a certeza que será bem vivida.

Mas...Muitas vezes ele caminha por outros atalhos e recebe os espinhos,deixando cicatrizes.

E nesse momento,apesar de todos os desalinhos,sua mãe suavemente toca em suas mãos,o levando para casa a fim de que possa acalentá-lo,fazendo dos seus braços um doce aconchego.

Mãe,é o anjo que o acompanha,suportando todas as adversidades,pois de suas entranhas,ou por presente a ela ofertado pelo Mestre,ele é seu filho amado,sendo assim recebido com todos os abraços e beijos que ela lhe oferece.



Feliz dia das Mães a todas as mães e aquelas que desejam ser,mesmo sendo por adoção,um filho é sempre o presente especial,ganho através de pedidos em orações.

10 de maio de 2015-Dia das Mães.




Carmen Lúcia-Imagens-Google e Claudineddu.

7 de maio de 2015

O aroma da entrega!



Em minhas mãos,está o aroma da entrega como o saborear de um licor.

Desejos e seduções desabrocham,e a rosa em floração fica esperando por ti,para assim exalarmos a essência de suas pétalas em momentos sentidos e levados pela ânsia de amar.

Veja...o luar clareia essa caminhada,e tu virás para sorver dos meus lábios o néctar adoçado pelo nosso amor,e juntos não deixaremos evaporar,guardaremos em frascos e somente abriremos nos momentos em que entregarmos nossos corpos como o licor entrega-se ao ser saboreado.

Em minhas mãos,fica o aroma da flor à espera de ti meu eterno amado.

Carmen Lúcia-Imagem-centerblog-net.


6 de maio de 2015

Infinita saudade!


Distante ficou esse calor de uma saudade,nem os voos rasantes das visitantes,nem os cumprimentos em volta do meu corpo conduzindo-me aos  bailados sobre minhas vestes,faz deixar esse sentimento transpor o espaço e quem sabe...mostrar um sorriso em cada gesto que faço.

Tu fostes e minh'alma repleta dessa lacuna,chora perdida como lágrimas de uma bruma caminhando junto a mim,sinto falta de ti e do encontro dos nossos abraços,que ternamente devolvias a mim.

Borboletas sem fim,encontram-se e desejam 
manifestar-se,para assim animar esse voo na esperança de um reencontro,com beijos trocados e o roçar de nossas faces.

Mas,apenas minhas vestes esvoaçam solitárias como ciprestes...quando visitados pelos ventos.

Uma saudade voando junto a esse bailado ao som acelerado
 de um coração,fica à espera dessa saudosa paixão.

 Saudade...infinita saudade.

Carmen Lúcia-imagem-Google.

5 de maio de 2015

Um oceano de aventuras!



Um mar dentro mim e ti,restaura nossos pensamentos e faz  ficarmos imersos em nossas almas para sonhar,tuas mãos e as minhas procuram-se nesse sonho louco de amar.

Juntos seremos ondas serenas chegando à 
beira-mar,juntos navegaremos sobre águas sem afundar,juntos trocaremos juras de eterno amor. 

Ventos balançam nossos corpos,mas somos portos seguros e como navegantes de um barco sem estar à deriva,jamais iremos naufragar.

Um oceano de aventuras fará deslizarmos nessa viagem,e sobre águas,resfriaremos nossos desejos sem que sejam miragens.

O sol amanhecerá iluminando a nossa passagem,e assim atravessaremos concisos,sabendo ancorar em momentos precisos.
Sem naufragar..... 

Carmen Lúcia-Imagem-centerblog.net.



4 de maio de 2015

Somos!

Somos como pássaros procurando seus ninhos para aconchego de suas asas,somos como a flor em botão,abrindo-se aos poucos quando aguadas,somos como o vento,chegando impetuoso e de repente
torna-se suave brisa.

Somos a entrega de duas almas,nos momentos de amar.

Nossos corpos deleitam-se por esse amor inteiro,e através de nossas mãos,procuram-se nesse entrelaço o tocar das nossas peles.

E assim...com esse arrepiar de poros,nos entregamos aos beijos docemente oferecidos.

A magia do amor presente,levá-nos aos suspiros e aos sussurros delicadamente chegando aos nossos ouvidos.


Um amar repleto de amor,compactuado e vivido.

Somos...dois seres e duas vidas.
Somos...

Carmen Lúcia-Imagem-Centerblog.Google.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.