Aos amigos.

Aos amigos.

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

O meu livro.

14 de novembro de 2017

Retalhos de palavras.





 Retalhos de palavras perdem-se com a velocidade do tempo.
Confundem-se e são carregadas pela fluidez do vento e das visitantes com asas esvoaçantes.
Expandem-se em cada soprar,como se estivessem solfejando em um tocar musical ao som de um ritual amar.
Amar esse é toque mais sensual de mãos que emudece um ser ao sentir os arrepios de um corpo tocado nesse viver.
Mas...As palavras fogem limitando-se apenas acompanharem o ruído breve da brisa nessa peregrinação ao encontro da melodia envolvente de uma paixão.
Retalhos de palavras à procura da volta e de uma sofrida despedida.

Carmen Lúcia-Direitos Autorais-lei-9.610-Imagem Ayala-Centerblog.




29 comentários :

  1. Que lindo! E por vezes palavras se perdem , outras nem servem pra descrever sentimentos.. Linda inspiração e poesia! bjs, tudo de bom,ótimo feriado amanhã! chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Poetisa.Podia seleccionar um parágrafo, não o faço, porque adorei o seu poema. Sublime. Adoro a musica de fundo...Faz-nos viajar dentro da sua poesia.


    Bjos
    Boa Terça-Feira.
    Hoje o tema é meu lá no "Brincando"

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida amiga Carmem!
    Obrigada por nos brindar com palavras de ternura sobre algo que nos doi sempre como a despedida, por exemplo...
    A dor é a arma poderosa dos poetas que versejam, com primazia inexplicável, é nosso combustível de amor.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem
    https://espiritual-marazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Como sempre me deslumbro com as suas poesias. Soberbo!!

    Beijo e um dia feliz.

    ResponderExcluir
  5. Palavras possuem um poder incrível; sendo apenas retalhos ou mais sofisticadas, têm o mesmo poder de atingir.
    Tenha uma ótima terça feira querida!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Carmen Lúcia!
    Gostei do seu poema, "Retalhos de palavras" (" Retalhos de palavras perdem-se com a velocidade do tempo.")
    Parabéns, minha amiga.
    Um abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  7. Retalhos de palavras e envolventes sentidos do amor!
    Uma espera da volta querida, cheia de expectativas...
    Um abraço e mais e mais inspirações...

    ResponderExcluir
  8. Oi Carmem,
    Linda a sua prosa poética.
    Os retalhos fazem parte desse amor e o vento leva esses retalhos e para juntá-los novamente é quase impossível.
    Beijos no coração
    ua Singular

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Carmen,
    Linda inspiração!
    Por vezes as palavras fogem e nos deixam incapazes de extravasar nossos sentimentos, o que não é o caso.
    Adorei!
    Um beijinho e continuação de boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  10. Poesia linda e cheia
    de verdades...
    palavras fogem e às vezes voam
    pra bem longe sem despedidas.
    Que bonita inspiração Carmen!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Assim escreve uma poetisa de eleição. Lindo demais. A minha sincera admiração
    .
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  12. Olá, querida Carmen!

    Tudo bem com você?

    Há quanto tempo não passava por seu blog, mas tenho estado mto ocupada, daí só conseguir publicar um post por mês.

    Um poema muito inteligente e simultaneamente amoroso. As palavras, em minha opinião, nunca deveriam ser retalhadas, pke perdem conteúdo, amor e sentido, todavia há circunstâncias externas, que a tal as obrigam.

    As mãos são, sem dúvida, as gavetas do amor e é nelas que tudo se sente e acontece. A despedida no amor ou em outra qualquer situação é sempre triste, mas quem sabe um dia, o regresso acontecerá.

    Beijos e continuação de boa semana.

    ResponderExcluir
  13. Muitas vezes as palavras se perdem e ficamos inertes sem poder extravasar o sentimento que nos consome a alma
    Belíssima e inspirada poesia minha querida
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Palavras em belos retalhos poéticos!!!
    Gosto em ler ... bj

    ResponderExcluir
  15. Amiga Carmem, mais um lindo poema! Amor não se prova nem se conquista com palavras, é muito mais. Quando escreves:
    "Amar esse é toque mais sensual de mãos que emudece um ser ao sentir os arrepios de um corpo tocado nesse viver."

    O toque, os gestos, as ações o companheirismo do dia a dia... tem muito mais valor do que meras palavras.
    Lindo e com uma mensagem verdadeira.
    Parabéns, abraços, fica na paz de Deus.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, Carmem
    Belíssima poesia, querida
    Me encantei.
    Tenha um excelente dia.
    Beijinhos e o meu carinho
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  17. Linda sua poesia,querida Carmen.

    Palavras se perdem,mas as suas se perpetuarão para sempre!

    Gostei demais e adoro você e suas pérolas,minha linda amiga poeta!

    Um feriado de bênçãos para você

    Obrigada pela visita e volte sempre.

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
  18. Oi Carmem,
    Eu estava só testando e postei sem querer e logo retirei.
    Nem entro mais lá
    Obrigada pelo carinho
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  19. O tempo leva tanta e tanta coisa.
    Gostei muito do texto.

    Beijinhos, Diana.

    ResponderExcluir
  20. oi Lu
    Uma ótima quinta.
    O tempo leva tanta coisa embora, mas há palavras que ficam gravadas no coração.

    bjokas)

    ResponderExcluir
  21. Uma pérola de inspiração esse retalho de palavras!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  22. Boa noite Carmem!
    Fico sempre maravilhada quando te leio. Tão linda a poesia!
    Um beijo!
    Continuação de boa semana!

    ResponderExcluir
  23. Palavras, leva-as o vento...
    Magnífico poema, parabéns.
    Bom fim de semana, amiga Carmen Lúcia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  24. Querida Carmen
    Que belo retalho compôs com essas palavras!
    Mas, «palavras para quê», quando existe um tão grande amor?!
    Melhor vivê-lo!
    Parabéns.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  25. Oi, Carmen...belo poema nas lembranças de palavras breves que apesar de tudo permanecem eternas e leves na alma.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  26. Retalhos de palavras inspirados numa belíssima poesia!
    Parabéns! Gostei muito de ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Bom dia, querida Carmen,poema sobre as palavras usando as próprias palavras, elas dizem tanto e às vezes, dizem nada, mas também nos envolvem em artimanhas, só o poeta pode e sabe como usá-las. Excelente poema. Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada amigos,fico feliz quando deixam
comentários em meu pequeno espaço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.