Aos amigos.

Aos amigos.

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

O meu livro.

30 de maio de 2016

Caminhando como Andarilha.

Ao longe vejo o prenuncio de uma tempestade,aves gorjeiam sons instigantes e inflados à procura dos ninhos.
O céu escurece e afronta-se com as nuvens em duelos regurgitados.
Busco compreender o tempo e a necessidade desse encontro negro desaguando sobre o mar.
Revolto,agita-se e faz perambular meu olhar ao infinito.
Sobre águas caminho como andarilha sem destino,mas tento refugiar-me desse desatino e segurar-me como âncoras para não ficar submersa nesse universo aquoso.
Um marasmo de repente se faz,e o céu amoroso começa azular,sem duelar.
As nuvens escuras escondem-se e aos poucos mostram a claridade dessa intempérie,que vagarosamente suaviza o pisar da minha passagem.
O vento ao longe emite murmúrios junto aos cânticos da suave aragem.
E assim...A tempestade 
esvaiu-se,ressurgindo um novo tempo,um novo clarear com sobrevoos das aves em suave revolutear.

Carmen Lúcia-Imagem-Google-net.

15 comentários :

  1. Linda inspiração e que bom passou a tempestade e tudo novamente clareou... Boa semana, cheia de coisas boas! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Todos os céus são sempre maiores do que quaisquer nuvens... e todas as tempestades, mais tarde ou mais cedo, acabam passando, felizmente!...
    Um belo poema, encerrando com uma linda mensagem de esperança...
    Beijinhos, Carmem! Boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que tudo muda.
    Uma ótima semana pra você =)

    ResponderExcluir
  4. Belo poema e como é bom andarilhar.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carmen,
    Que prosa linda
    Sai dela uma tristeza e uma vontade de mudar.Mude, se assim o quer.
    Agora que entrei em casa,um cheiro do veneno que passaram, pois tem caso de zica.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  6. A nuvens escuras nem sempre viram tempestades...o amoroso vento as dispersam...Graças a Deus1
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá Carmen
    E assim vamos andando e com o tempo ressurgindo novas ondas que nos fazem sorrir.
    bjs e boa semana.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Carmen,
    Magnífico poema com uma mensagem de esperança muito bela.
    Sempre muito inspirada, Carmen!
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  9. Que bom que a tempestade se foi e veio o clarear...
    Uma semana cheia de lindas inspirações p você, Carmen...
    Abçs

    ResponderExcluir
  10. Linda imagem e lindo poetar, o mar, a tempestade, tudo isso nos leva ao mundo do fascínio!
    Amei ler aqui!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  11. A sua inspiração é infindável. Seus poemas são cada dia mais lindos. Parabéns!!

    Beijos de boa noite
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  12. Oi Carmem,
    Lindíssima prosa poética
    Cuide-se
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  13. Já me peguei nesse caminhar como uma andarilha! O mais importante nisso tudo é saber que depois da tempestade sempre vem a bonança! Lindo poema, amiga Carmen!
    Bjs, feliz e abençoado dia! ❤️

    ResponderExcluir
  14. Lindíssimo, Carmen!!!!!!!! Abençoada semana!!!!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, Carmen,ficou lindo....andamos sem destino, andamos pela vontade de ser,andamos pela vontade de querer, andamos pela vontade de que a tempestade se afaste para longe, andamos para que um novo tempo (res)surja...Obrigado pelo carinho,feliz semana,belos dias, beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada amigos,fico feliz quando deixam
comentários em meu pequeno espaço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.