Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

Aos amigos.

Aos amigos.

O meu livro.

18 de maio de 2016

Despedida.

Enaltecido por noites dedilhadas em canções,o teclado recebe o umedecer das lágrimas de um olhar triste. 
Mãos que o acariciavam em cada toque,agora estão recolhidas e tímidas,apenas oferecem a simplicidade e o requinte da rosa.
Ela que tantas vezes fez parte dos versos em prosa,hoje chora,pois dentro de suas pétalas também sente a falta dos cânticos que a faziam florir sem prantos.
Suaves momentos embalavam nas pautas e dançavam juntas a cada nota,finalizando com os cantos entoados por sussurros contra o vento e voltavam sobre ecos e rodopios de voltas.
Cada vez mais o som apaga-se e 
despede-se.
Despede-se das noites enluaradas,dos poemas orquestrados.
O choro espalha-se sobre o chão molhado.
Em fim,o teclado cala-se,e triste vê suas notas em voos,viajando como náufragas e sendo submersas ao mar de lágrimas.

Triste...Despedida.

Carmen Lúcia-Imagem-Cabschau-centerblog.

28 comentários :

  1. Trise emocionante despedida. Lindíssima tua inspiração mais uma vez! Ótimo dia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. É realmente uma triste despedida num belo poema.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Mesmo com uma triste despedida, escreveu um poema soberbo! Amei.

    Beijinhos e um dia feliz.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, querida Carmen!
    Na certa, as lágrimas purificam ainda mais sua poesia e o teclado fica enxarcado de afeto para poder dedilhar amor pelos versos...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  5. Abençoado dia, Carmen!!!!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Carmen! não sendo eu poeta nem ter jeito para fazer poemas,mas confesso que sou apreciador dos seus poemas, pela leveza e beleza que os mesmos revelam.
    Resto de boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
  7. Querida Carmen, vim agradecer sua gentil presença em meu blog e matar a saudade de seu blog que está lindo e cheio de novidades! Sucesso pra vc tb! bjs,

    ResponderExcluir
  8. Um surrealismo romântico e melancólico... Despedida sempre traz reflexão e decisões...
    Uma inspiração com voos musicais...
    Abraço e boa tarde, Carmen...

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Carmen Lúcia!

    Ah, a despedida é algo muito triste!
    Deixa um vácuo, uma ferida.
    Belas palavras, amiga!

    Boa semana!

    Bjks

    ResponderExcluir
  10. Bela imagem, linda inspiração, triste despedida, eis aqui um belo poema!
    Abraços linda amiga querida Carmem!

    ResponderExcluir
  11. Por vezes haverá despedidas... dolorosas... mas necessárias...
    Como sempre um magnífico poema... que nos encanta com a sua sensibilidade...
    Beijinhos! Continuação de uma excelente semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  12. Oi Carmen, triste e linda prosa poética
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  13. A despedida é sempre algo penoso que nos deixa sempre aquele eterno vazio que se torna numa imensa saudade ,maravilhosa querida irmã ,sempre um prazer enorme aqui estar ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  14. Oi Carmem, não conseguia entrar no Minicontista. Agora que estou respondendo os comentários.
    Prosa poética maravilhosa
    Escusa-me
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. OI CARMEM LUCIA!
    DESPEDIDAS SEMPRE SÃO TRISTES, MAS, CONSEGUISTE IMPRIMIR TANTA BELEZA EM TEU TEXTO QUE ESTA SE SOBRESSAIU E A TRISTEZA FICOU MENOR.
    LINDO DEMAIS AMIGA.
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi amiga, Carmen! Triste, mas lindo! Difícil conter as lágrimas na despedida, tudo se silencia dentro do coração!
    Grande beijo, lindo dia! =)

    ResponderExcluir
  17. Lindo e triste.
    Não tem nada mais triste que a despedida.
    Grande beijo em seu coração querida Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  18. Prezada poetisa, agradecido por compartilhar mais este teu belíssimo e tão bem elaborado poema, que feito todos que por cá li, é também deveras tocante, ainda que expressando deveras tristeza, é tocante por sua leveza na colocação das palavras e do teu sentir. E assim é, despedidas, ainda que consentidas sempre deixam para trás marcas tristes. Grato também por lá passar e tuas palavras deixar, sempre deveras gentis. Que você e todos ao redor tenham dias deveras abençoados, abraços!

    ResponderExcluir
  19. Não sei lidar com partidas e despedidas.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  20. Olá Carmen,
    Toda despedida tem um gosto amargo;
    até o piano e a rosa sentiram isso...
    Poesia triste, mas belíssima!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  21. Despedidas são sempre doloridas, Carmem querida.
    Lindíssimo poema!

    Obrigada por brincar junto.
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  22. Carmen
    Seja como for, temos de imaginar que o amor é como uma planta, que sempre vive do carinho. Carinho que retribuirá, mais cedo ou mais tarde.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá Carmen
    Um pranto que da saudade tão forte, deixa a saudade dos momentos que não voltam mais.
    beijinhos

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. OI, Carmen, despedidas são pura melancolia...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  25. Boa noite Carmen,
    Muito bela esta despedida num dedilhar poético magnífico.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  26. Oi Carmen,
    Obrigada pelo carinho
    Beijo no coração
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  27. Oi Carmem,
    Lindo poema
    Beijos no coração
    Minicontista2

    ResponderExcluir

Obrigada amigos,fico feliz quando deixam
comentários em meu pequeno espaço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.